Fluid Feeder

Entenda qual o papel do cloro para esgoto em todo o processo de desinfecção

Entenda qual o papel do cloro para esgoto em todo o processo de desinfecção

A cloração é um processo de desinfecção, isto é, de eliminação de organismos patogênicos da água e/ou efluente (esgoto). O cloro penetra nas células dos microrganismos e reage com suas enzimas, destruindo-as.

O cloro funciona como desinfetante no tanque de contato que está  instalado no final do sistema de um tratamento de esgoto de acordo com a necessidade.

O dosador de cloro é fundamental durante o processo de desinfecção nas estações de tratamento de água e efluentes (ETA’s e ETE’s). Nele estão inclusos o sistema completo de dosagem de cloro gás incluindo todas as etapas de armazenamento, medição, controle e dosagem.

O cloro, apesar de  não ser corrosivo em seu estado puro, pode se tornar bastante corrosivo aos metais comuns ao ser misturado

com água. Durante esse processo, ocorre a reação no qual são formados o ácido clorídrico e o ácido hipocloroso.

Após essa reação química, é importante que o ácido ainda permaneça em contato com a água por 15 a 30 minutos. Esse é o tempo ideal para que este reaja com as bactérias e outros microrganismos, eliminando-os.

Além da eliminação de bactérias e outros microrganismos, o dosador de cloro pode também ser usado no controle de doenças, no controle de algas e na remoção de odores.

O cloro é considerado seguro, se usado da forma correta, tanto que  é o mais usado no processo de desinfecção de água e está de acordo com a regulamentação da Anvisa.

Crédito: LauriPatterson / Tipo de licença: Royalty-free / Coleção: iStock / Getty Images Plus

 

 

Desenvolvido por AO5 Marketing Digital