Saiba como é realizado o tratamento de efluentes de frigoríficos bovinos

O tratamento de efluentes de frigoríficos bovinos é fundamental, esses locais utilizam grandes quantidades de água em todos os seus processos, por isso, esse setor produz grandes volumes de resíduos que precisam ser descartados.

tratamento de efluentes de frigoríficos bovinos

Esse tipo de efluente em especial é muito nocivo para a natureza, com alto poder de poluição no local de descarte. Por isso, é muito importante o seu tratamento antes da disposição.

Claro que as indústrias desse ramo seguem normas rigorosas para tratar os efluentes antes de descartá-los. Mas, acima de tudo, é preciso ter a consciência que o tratamento de efluentes é feito para minimizar os danos ao meio ambiente. E esse processo está diretamente relacionado com a forma como a água é utilizada nessas indústrias.

Por isso, é preciso entender qual o papel da água nos frigoríficos bovinos.

Importância do uso da água em frigoríficos bovinos

O ramo frigorífico exige uma série de cuidados e segue normas sanitárias rígidas. Por isso, a utilização da água nesse ambiente é muito importante. Ao mesmo tempo, a empresa precisa encontrar soluções para utilizar a água da melhor forma possível, evitando o desperdício.

Assim, quando se fala em frigoríficos, é preciso falar em higienização. Com isso, os frigoríficos utilizam a água para diversas atividades essenciais no setor:

  • Limpeza geral do estabelecimento, incluindo pisos e paredes, por exemplo;
  • Esterilização dos materiais e equipamentos utilizados em todos os processos;
  • Lavagem dos animais;
  • Lavagem de órgãos no pós-abate;
  • Limpeza dos caminhões de transporte;
  • Por fim, resfriamento de equipamentos, entre outros.

Origem dos efluentes de frigoríficos bovinos

Como vimos anteriormente, a água é essencial em um frigorífico. No entanto, ela dá origem a maior parte dos efluentes desse setor. Para uma melhor compreensão, os efluentes de frigoríficos bovinos são originados de:

  • Água resultante da lavagem geral do estabelecimento e equipamentos;
  • Água resultante da lavagem dos animais pré-abate e de órgãos no pós-abate;
  • Elementos como sangue, ossos e materiais do interior corporal dos animais;
  • Outros processos, como a centrifugação destinada à separação de gorduras.

Assim, esses efluentes precisam, obrigatoriamente, serem tratados, pois são extremamente poluentes ao meio ambiente.

Optando pelo melhor tipo de tratamento de efluentes de frigoríficos bovinos

Existem diversos tipos de tratamento de efluentes de frigoríficos bovinos. Quando o efluente apresenta uma quantidade elevada de sólidos, o pré-tratamento pode ser feito por meio de peneiras estáticas. Esse sistema retém e separa os elementos sólidos do efluente. A peneira estática é fabricada de forma que não ocorra nenhum tipo de entupimento. Além disso, sua estrutura pode ser construída de acordo com a necessidade de cada cliente, o que faz toda a diferença para o setor.

Quando o efluente apresenta uma maior quantidade de gordura, é preferível optar pela utilização de uma caixa de separação de gordura. O método de flotação também é muito útil, pois tem a capacidade de separar resíduos orgânicos e gorduras.

Essa separação é feita por meio do emprego de microbolhas de ar, que empurram os resíduos para a superfície. Assim, os sólidos ficam suspensos no líquido. Já os efluentes que contém matéria orgânica também precisam passar por um tratamento biológico.

Então, para tratamento de efluentes de frigoríficos bovinos, a empresa precisa contar com equipamentos modernos e de qualidade. A Fluid Feeder tem como foco principal o tratamento de água e de efluentes, dispondo das melhores tecnologias disponíveis no mercado, incluindo uma ampla linha de dosadores de cloro. Entre em contato conosco e saiba mais.

Solicitar Orçamento

Desenvolvido por AO5 Marketing Digital