Fluid Feeder

Sanesul-MS é cliente Fluid Feeder

Autarquia está em processo de implantação do sistema “Sentinela de Cloro” para processos que tratam a água com o elemento químico.

A Fluid Feeder trabalha, em conjunto com a EBS Engenharia (MS), neste início de 2020 para a implantação da “Sentinela de Cloro”, um sistema de segurança contra vazamento de cloro, para a Sanesul (Empresa de Saneamento do Mato Grosso do Sul). O maquinário é indicado para processos de tratamento de água que utilizam cilindros de cloro.

O sistema criado pela Fluid Feeder consiste na abertura e fechamento dos cilindros por meio de válvulas elétricas coordenadas por um painel também elétrico. O sistema conta com dois modos de acionamento: segurança e manual.

O acionamento da segurança é ativado a partir do contato seco de um detector de cloro instalado na sala de armazenamento do cilindro, ou pela ativação manual de botoeiras de emergência posicionadas próximo à sala de armazenamento.

Já o acionamento manual é realizado por meio de um painel de controle externo à sala onde está o cilindro, sendo possível executar comandos de abertura, fechamento e sinalização de operação (como falha ou falta de energia elétrica).

Um terceiro modo de operação é por meio da rede GSM (Sistema Global para Comunicações Móveis), sendo necessário um chip de telefonia celular ativo com conectividade 2G.

Confira abaixo as configurações do sistema “Sentinela de Cloro”, da Fluid Feeder:

  • Painel Principal | Composto por um controlador que recebe os sinais de todos os acionamentos e interpreta cada ação necessária sobre os atuadores. O módulo GSM é integrado ao controlador, o que facilita sua operação. Junto ao controlador, há uma fonte para alimentação do mesmo e um nobreak de 1000 VA responsável por suprir a alimentação do sistema por horas no caso de falta de energia elétrica.
  • Painel de Controle | Possui botoeiras e sinalizadores que serão responsáveis pelo comando manual do sistema, como a indicação de posição e funcionamento do nobreak.
  • Atuadores | Mecanismos responsáveis pela movimentação da válvula do cilindro e são identificados pelo comando ON/ OFF. Possuem torque de 50Nm e movimentação de de volta.

Especificações técnicas:

  • Alimentação 220 VAC 50/60Hz 36 W – outras sob consulta
  • Consumo em Repouso: 12 watts
  • Operação: 36 watts por 20 segundos
  • Tanques: 50 Kg, 68 Kg e 900 Kg
  • Limites de Temperatura Operação: -5ºC a +50ºC
  • Armazenamento: -10ºC a +60ºC
  • Umidade: 20% a 90% sem condensação
  • Grau de Proteção: IP67
  • Cabo de Controle: Tipo AFD 4 pares 22 AWG
  • Torque do Atuador: 220 VAC 50 Nm, tipo engate rápido
  • Cabo Atuador: Tipo AFS 4 pares 22 AWG, com conduíte flexível de alta resistência e flexibilidade
  • Dimensões (C x P x A) (AxLxP)
    • Controle Primário: 670x455x255 mm
    • Painel de Controle: 485x335x226 mm
  • Peso Controle Primário: 15 Kg
  • Painel de Controle: 5 Kg
  • Capacidade e Conexões Modem GSM/GPRS
  • ModBus RTU, RS485
  • Energia de backup via nobreak 1000VA
  • 220 de alta performance com comunicação via serial RS232.]
Sanesul-MS é cliente Fluid Feeder

Para mais informações sobre o sistema “Sentinela de Cloro”, entre em contato agora conosco e agende uma visita.

Desenvolvido por AO5 Marketing Digital